Cidades / Brasil

Homem contaminado com coronavírus cruza o país e é detido em táxi na PB

O homem saiu do município de Itapema, em Santa Catarina, e ia para a cidade de Patos. Ele utilizou transporte aéreo e terrestre para chegar à Paraíba e informou que sabia estar contaminado pelo vírus da COVID-19
person access_timePostado em 23/06/2021 18:51 chat_bubble_outline

Um homem de 29 anos foi detido na noite da última terça-feira (22) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba. Ele era passageiro de um táxi e seguia para a cidade de Patos, no Sertão. O homem estava diagnosticado com o coronavírus e descumpria as medidas de isolamento determinadas por laudo médico.

De acordo com a PRF, os policiais visualizaram um táxi logo após sair da rodoviária do município de Pocinhos. No veículo estavam o condutor e quatro passageiros com destino à cidade de Patos. Os ocupantes do táxi não se conheciam. Dentre os abordados, um passageiro estava bastante nervoso, o que elevou a suspeita da equipe. Após verificar a bagagem do homem, os policiais verificaram que havia vários documentos hospitalares datados de 20 de junho de 2021, informando a contaminação do homem pelo vírus da COVID-19 e determinando o isolamento para não contaminar outras pessoas. Na documentação havia diagnóstico médico, resultado positivo de teste do tipo PCR e atestado médico com determinação de repouso e isolamento por 10 dias.

O passageiro foi questionado pela equipe policial sobre a sua contaminação pelo vírus e o motivo da viagem. Ele informou  que no dia 17 de junho estava no município de Joinville, em Santa Catarina, quando sentiu os primeiros sintomas característicos da doença, como falta de ar, aceleração do coração e dor de cabeça. Em seguida, embarcou em ônibus para a cidade de Itapema, ainda no estado catarinense, para procurar atendimento médico. 



Mesmo após o resultado dos exames confirmar a contaminação para a COVID-19 no dia 20 de junho, e a recomendação médica de isolamento e repouso, o homem resolveu viajar para a cidade de Patos. Ele ainda informou aos policiais que embarcou em um avião no município de Navegantes, em Santa Catarina, fez conexão no Rio de Janeiro e desembarcou em João Pessoa, capital paraibana. Em seguida, entrou em um táxi e chegou até o município de Pocinhos, onde pegou o veículo táxi abordado e prosseguiria viagem até Patos. Ele disse que não informou a ninguém sobre sua condição de saúde porque em nenhum momento foi questionado.

A equipe da PRF deteve o homem, acionou a central de vigilância epidemiológica do município de Pocinhos e confeccionou o Termo Circunstanciado de Ocorrência. Ele foi encaminhado a hospital no município de Campina Grande e responderá pelo crime de infração de medida sanitária preventiva.


Comentários