Saúde / Brasil

O que é a sarna humana? Doença se alastra em cidade paulista

person access_timePostado em 26/05/2021 10:27 chat_bubble_outline

A sarna humana aparece em forma de bolinhas vermelhas e coceira persistente (Reprodução/Youtube)

A sarna humana é causada pelo ácaro parasita Sarcoptes scabiei, parasita que se alimenta da queratina, que é a proteína que constitui a camada superficial da pele. O assunto voltou à tona depois que moradores da Praia Grande, no Litoral de São Paulo, estão enfrentando a doença. que já se alastrou pela cidade.

O grau de transmissibilidade é alto e se dá pelo contato, principamente de quem não mantém bons hábitos de higiene, entre eles não trocar de roupas com frequência. A transmissão pode ocorrer ao compartilhar essas peças, cama e até mesmo um sofá infectado.

Para saber se tem a doença é necessário procurar um médico, que avaliará os sintomas e definir se a infecção está presente ou não.



O diagnósticos definito é feito com a raspagem das lesões e investigação com lupa especial.

Sintomas

A sarna humana aparece em forma de bolinhas vermelhas e coceira persistente, especialmente em áreas quentes do corpo como axilas, dobras, umbigos, entre os dedos e na região íntima. Segundo os médicos, os sintomas tendem a piorar no horário noturno.

O período de incubação do micro-organismo da sarna é de cerca de 24 dias ou de 24 horas no caso de reinfestação pelo parasita. Vale ressaltar também que, embora a doença seja comum em locais de aglomeração, os humanos não pegam sarna de gatos ou cachorros.

Como é feito o tratamento?
Através de escabicidas, substâncias que combatem a sarna. O uso é local e deve ser aplicado no corpo todo, exceto acima da linha do nariz e das orelhas, por dois ou três dias. É importante que a aplicação seja repetida depois de sete a dez dias para combater os ácaros provenientes dos ovos que ainda não haviam eclodido na primeira aplicação.

Toda a família deve ser tratada simultaneamente para evitar a reinfestação. Já existem remédios por via oral que também são eficientes no tratamento da sarna.

Com informações do UOL


Comentários