Política / Brasil

Mulher cobra Bolsonaro por 30 mil mortes, e presidente pede que ela se retire

Bolsonaro se referiu a ela como 'aquela figura falando abobrinha'.
person access_timePostado em 10/06/2020 11:27 chat_bubble_outline

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) demonstrou irritação após uma suposta apoiadora falar sobre as 38 mil mortes registradas pela covid-19 no Brasil até o momento. Na saída do Palácio da Alvorada, nesta quarta-feira (10), a mulher pediu a Bolsonaro que tenha sensibilidade com as famílias das vítimas.

“Nós temos hoje 38 mil famílias com mortos por causa da Covid-19. Não são 38 mil de estatística, são 38 mil pessoas que morreram, 38 mil famílias que estão chorando”, afirmou a mulher, que diz ter feito campanha para o presidente. “Eu sinto que o senhor traiu nossa população.”

Bolsonaro rebateu, sinalizou que a responsabilidade é dos governadores e pediu que a cidadã fosse retirada do local. “Se você quiser falar, sai daqui, já foi ouvido. Cobre do seu governador. Sai daqui”, disse o presidente.



“Alguém está preocupado?”
Em outro momento, o presidente voltou falar da mulher, mesmo após ela já ter sido retirada do local. Bolsonaro se referiu a ela como “aquela figura falando abobrinha”.

Bolsonaro terminou ironizando a situação. “Essa figura que estava aqui vai ser matéria na imprensa o dia todo. Alguém está preocupado?”, ironizou.


Comentários