Política / Opinião

Ex-governador da PB faz crítica à flexibilização de posse de armas

person access_timePostado em 16/01/2019 08:18 chat_bubble_outline

“Fazer a apologia e o estímulo às armas é a confissão clara de que o governo não tem qualquer política pública para a segurança”, declarou o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), na noite desta terça-feira (16) em suas redes sociais.

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta terça (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão comprar até quatro armas de fogo para guardar em casa.

 

O ex-governador afirmou, ainda, que, com o decreto, instituíram o “cada um por si”. “Um desrespeito à imensa maioria do povo brasileiro e uma descarada enorme generosidade à indústria das armas”, continuou.



“Na Paraíba, em 8 anos, apreendemos uma média de 10 armas por dia (!), e remuneramos essas apreensões, e, com uma política definida, reduzimos os assassinatos crimes contra o patrimônio, aliás, somos o único Estado do Brasil a reduzir por 7 anos seguidos os homicídios (2012 a 2018)”, concluiu Ricardo.

Confira a publicação:

 


Comentários