Política / Paraíba

COLETIVA EM CAJAZEIRAS: Maranhão anuncia apoio de W. Roberto e que só não dialoga com Cartaxo

person access_timePostado em 10/02/2018 19:13 chat_bubble_outline

Reprodução / internet

O senador José Maranhão(MDB), concedeu na tarde deste sábado(10) uma entrevista coletiva na Câmara Municipal de Cajazeiras. Durante a coletiva o senador e pré-candidato ao governo do estado comentou aspectos que vive a política paraibana em sua atualidade e os motivos que o levaram aceitar voltar a disputar o cargo que já ocupou em oportunidades anteriores.

Maranhão falou sobre o apoio de outras forças políticas do estado que a sua candidatura segue recebendo, ressaltou o diálogo que vem sendo mantido com o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues(PSDB), e que se sentiria honrado em compor uma chapa com a esposa do prefeito como sua vice. “Seria um prazer tê-la ao meu lado, pois o nome da Drª. Micheline Rodrigues honraria qualquer chapa com a sua presença”.

O senador também respondeu àqueles que tentam combater sua candidatura usando sua idade como um empecilho para que ele possa devidamente governar o estado. Maranhão declarou-se plenamente capaz de governar a Paraíba e questionou em que momento teria a experiência se tornado um ponto negativo para qualquer candidatura.

José Maranhão aproveitou a coletiva para tornar público o apoio que lhe fora declarado anteriormente em uma reunião pelo deputado federal, Wellington Roberto(PR). “Hoje Wellington Roberto me disse que tem muito prazer em se compor comigo e o MDB”‘. O senador afirmou durante a entrevista que o deputado lhe garantiu que teria um imenso prazer em compor com o MDB para as eleições deste ano.



Questionado sobre outros apoios que sua candidatura já teria e sobre algumas das especulações que vem sendo publicadas na imprensa paraibana o senador foi enfático ao declarar que sua candidatura segue sem pressa e que ele vive calmamente este momento de pré-campanha. “Candidaturas que nascem antes do tempo na realidade são abortos.

Novamente questionado quais apoios ele já teria garantido para a sua campanha Maranhão garantiu que segue mantendo o diálogo com todas as lideranças políticas do estado e que este dialogo apenas não aconteceria com o prefeito da capital, Luciano Cartaxo(PSD). “Estou dialogando com todos, apenas não converso com Luciano Cartaxo porque ele não deseja conversar com ninguém. No MDB atualmente Cartaxo apenas diáloga com Manoel Júnior.”.

O senador também comentou a reforma da previdência que o presidente Michel Temer e o seu partido o MDB vem tentando aprovar no congresso nacional. Ele afirmou não acreditar que a reforma será aprovada pelos membros do legislativo caso o texto atual apresentado pelo governo federal não sofra alterações e definiu a candidatura como cruel com os segurados.

Maranhão também comentou o seu relacionamento com o deputado federal Veneziano Vital do Rego. Segundo o senador ele possui uma grande estima pelo deputado e deseja que Veneziano não deixe o partido como vem sendo especulado pela imprensa paraibana.

Leia Também:   Candidata do PCdoB a presidente da República confirma visita à Paraíba

O senador durante toda a coletiva reforçou a importância de se fazer uma política pensando mais na Paraíba e menos nos grupos políticos. Ele afirmou pretender fazer um governo para beneficiar o estado à longo prazo, lutando para que não se repitam casos onde segundo o senador oportunidades de aumentar o parque industrial paraibano foram perdidas para estados vizinhos.

Maranhão fez questão de garantir que sua candidatura não fora lançada para atacar nenhum dos outros pré-candidatos que atualmente existem dentro do grupo da oposição paraibana, mas que sua não será posta de lado independente de qualquer ataque que lhe seja feito, pois segundo ele a sua candidatura não lhe pertence nem pertence ao seu partido, mas pertence ao povo paraibano que deseja lhe ver novamente no governo do estado.

por: Anderson Costa


Comentários