Política / Paraíba

Outra ação: ministro do TSE pede inelegibilidade de Ricardo Coutinho

person access_timePostado em 28/08/2020 18:02 chat_bubble_outline

Foto: Ascom

O Tribunal Superior Eleitoral iniciou, na sessão desta sexta-feira, a apreciação de mais um recurso decorrente do processo eleitoral de 2014 na Paraíba, mais precisamente a disputa pelo governo estadual entre Ricardo Coutinho (PSB) e Cássio Cunha Lima (PSDB).

Nessa ação, o objeto da denúncia é a utilização da PB-Prev (previdência estadual) com fins eleitorais, mediante a concessão em larga escala de benefícios que estavam represados há anos, mas que se encontravam sob o crivo da Controladoria Geral do Estado.

O relator, ministro Og Fernandes, votou pela inelegibilidade do ex-governador e do ex-presidente da PB-Prev à época, ex-deputado Severino Ramalho Leite.



Após o voto de Og, houve um ´pedido de vista´ do ministro Luís Felipe Salomão, que prometeu permitir em breve a retomada do julgamento.


Comentários

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal MídiaPB - Você sempre informado, não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.