Paraíba / Notícia

Mais de 5,6 mil condutores tem CNH’s suspensas em 2016 na Paraíba

person access_timePostado em 05/01/2017 20:28 chat_bubble_outline

Foto: Reprodução / internet

COMPARTILHAR

Mais de 5,6 mil condutores tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa na Paraíba em 2016. Dirigir após a ingestão de bebida alcoólica e o excesso de velocidade foram os principais motivos para que motoristas e motociclistas chegassem ao limite de ganhar 20 pontos no documento em menos de um ano, segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

O cuidado de não dirigir sob o efeito do álcool é uma prática que Pedro (nome fictício) nunca se envolveu. No entanto, sucessivas multas por excesso de velocidade, em menos de um ano, resultaram na suspensão da CNH em 2016. “Foram multas em trechos de BRs, entre João Pessoa e Recife (PE). Só gosto de dirigir conversando com quem vai junto ou então ouvindo música. Por isso, acho que me distraí e não vi as placas”, revelou o jovem, tentando se justificar.

Assim como ele, de acordo com dados do Detran, os homens são maioria na situação de CNHs suspensas na Paraíba. Do total de 5.639 condutores penalizados em 2016, 4.328 eram do sexo masculino. Ainda dentro deste universo, a maior parte dos infratores (1.209) tinha de 30 a 39 anos.

“O condutor pode ter a CNH suspensa por atingir o limite de 20 pontos ou mais na CNH ou por dirigir sob efeito de álcool. Quando você chega aos 20 pontos de infração, entre a primeira e a última ocorrência, em menos de um ano, o documento é suspenso. O motivo que mais gera suspensão é a alcoolemia ao volante. Mesmo com a multa alta e os riscos, as pessoas ainda cometem essa infração gravíssima”, explicou o gestor de Infração e Penalidades do Detran, Ivan Carvalho. As informações são do Correio online.

Comentários