Paraíba / Notícia

Gira Mundo: João Azevedo contratou empresa que abandonou estudantes de PE sem bolsas no exterior

person access_timePostado em 12/09/2019 12:23 Atualizado em 12/09/2019 18:07 chat_bubble_outline

Reprodução internet

A 2G Turismo foi impedida de licitar pelo Governo de Pernambuco porque deixou estudantes no exterior sem bolsas e rombo milionário com escolas do Canadá e da Austrália.

O Governo da Paraíba contratou a agência 2G Turismo para enviar os alunos da rede pública do programa Gira Mundo para fazer intercâmbio no exterior.  A empresa contratada pela Secretaria de Educação deixou estudantes da rede pública de Pernambuco sem bolsas-manutenção no exterior. Vale lembrar que a 2G Turismo foi a empresa que não enviou os 25 alunos do Programa Gira Mundo para Portugal em 2018, alegando que não teria condições de cumprir o contrato.

Em uma carta enviada ao Governador João Azevedo, a Diretora Executiva da Associação, Bonnie McKie, informa ao Governo da Paraíba que os problemas causados pela agência 2G Turismo vão além da dívida milionária deixada com as 9 escolas. Ela afirma que a empresa levou estudantes ao Canadá em 2018 sem os documentos exigidos para a entrada no país, como cartas de aceitação das escolas canadenses e documentos de custódia (que significa que uma família hospedeira se responsabiliza pela guarda dos estudantes menores). Além disso, a Diretora diz que a 2G Turismo deixou estudantes menores de idade sem assistência no Canadá. Os alunos embarcados no ano passado pela empresa ficaram também sem receber as bolsas intercâmbio.



Por isso, a Associação de Escolas Públicas do Canadá informa que os seus membros não matricularão os 130 estudantes paraibanos selecionados do Programa Gira Mundo.

A Associação de Escolas Públicas do Canadá enviou carta ao Governador João Azevedo, reclamando que não teve retorno nem do Secretário de Educação da Paraíba, Aléssio Trindade, nem do coordenador do Gira Mundo, Túlhio Serrano. Ela diz que já tinha enviado correspondências, alertando que o Canadá não vai receber os 130 estudantes paraibanos do Programa Gira Mundo por causa da dívida de $ 2.050.000,00 (dois milhões e cinquenta mil dólares) da empresa 2G Turismo com as escolas públicas canadenses.

Essa não é a primeira vez que a Associação de Escolas Públicas do Canadá externa a sua preocupação com a 2G Turismo ao Governo de João Azevêdo. Em junho, a Diretora Bonnie McKie já tinha enviado um e-mail ao Secretário Aléssio Trindade e ao Diretor de Desenvolvimento Estudantil, Túlio Serrano, sobre os problemas causados pela empresa no Programa Ganhe o Mundo (versão pernambucana do Gira Mundo) e que as escolas tinham recomendação de não matricular estudantes levados pela agência em 2019-2020.

A Associação canadense levou os problemas causados pela 2G Turismo ao conhecimento do Embaixador do Brasil, Denis Pinto, do Embaixador do Canadá, Riccardo Savone, do Governador e da Vice-Governadora de Pernambuco, pedindo que sejam tomadas providências.

Além dos débitos com as escolas canadenses, a 2G Turismo deixou um débito de $ 650.000,00 (seiscentos e cinquenta mil dólares) com escolas da Austrália. O Governo de Pernambuco, inclusive, aplicou diversas penalidades à empresa 2G Turismo por não ter cumprido o contrato do Programa Ganhe o Mundo em 2018-2019, que está impedida de participar de licitações e assinar contratos com o Estado.

Para burlar as penalidades recebidas, Jameson e Gladson Nascimento entraram na licitação do Programa Ganhe o Mundo 2019-2020 com outra de suas empresas, a You Viagens e Turismo Ltda, que também foi afastada pelo Governo de Pernambuco. Eles são sócios das seguintes empresas: 2G Turismo & Eventos Ltda., You Viagens e Turismo Ltda., R R Travel Turismo Ltda., PCF Agência de Viagem & Turismo Ltda., SCT Agência de Viagem e Turismo Ltda. e SCR Agência de Viagem e Turismo Ltda.

NOTÍCIA INTERNACIONAL

Os problemas causados aos estudantes intercambistas do Ganhe o Mundo pela empresa 2G Turismo foi notícia em todo o mundo.

A StudyTravel, uma rede internacional de educação integrada por agentes e educadores de todo o mundo, publicou uma matéria em página.

As dívidas da 2G Turismo com as escolas canadenses também foi notícia no telejornal da rede.

Os estudantes paraibanos estão desesperados com a possibilidade de perderem a oportunidade de fazer o intercâmbio. Eles esperam uma solução pelo Governo do Estado, que não tomou nenhuma medida concreta até hoje, como antecipado pelo Blog.

Fontes:

Associação de Escolas Públicas do Canadá – CAPS-I – Diretora Executiva Bonnie McKie  – E-mail: info@caps-i.ca / Fone: +1 403 608 8231 / Skype: bonnie.mckie

– Ministério de Relações Exteriores/ Itamaraty – Embaixador do Brasil no Canadá – Denis Pinto – E-mail: denis.pinto@itamaraty.gov.br

– Embassy of Canada – Embaixador do Canadá no Brasil – Riccardo Savone – E-mail: rick.savone@international.gc.ca / Fone: (61) 3424-5400

– Junta Comercial de Pernambuco – Consulta de informações de empresas – portal.jucepe.pe.gov.br/servicos/consulta-empresas

https://studytravel.network/magazine/news/3/26720 (news video)

https://studytravel.network/magazine/news (news homepage)

https://studytravel.network/magazine/news/0/26717 (story page)

https://henriquebarbosa.com/2019/06/28/nota-oficial-programa-intercambio-alunos-rede-publica/

O RádioBlog, tentou, sem sucesso, contato com representantes da G2 Turismo e deixa aberto espaço para eventual manifestação e/ou direito de resposta.


Comentários