Paraíba / Paraíba

Deputados divergem sobre proposta de sistema de ponto eletrônico digital na Assembleia da Paraíba

O deputado João Gonçalves (PDT) apresentou uma proposta de implantar um sistema de ponto eletrônico digital na ALPB
person access_timePostado em 09/08/2017 21:26 chat_bubble_outline

COMPARTILHAR

Os deputados estaduais Bruno Cunha Lima (PSDB), João Henrique (DEM) e Adriano Galdino se dividiram sobre a proposta do deputado João Gonçalves (PDT) de implantar um sistema de ponto eletrônico digital na Assembleia Legislativa da Paraíba.

Com discurso de “quando não estou na casa, estou cumprindo alguma função administrativa fora”, o parlamentar tucano afirmou ser favorável a ideia de implantar o sistema de presença na ALPB. “Sou favorável, claro. De modo que acontece no congresso nacional. Você registra a presença, mas se durante a votação, se não votarmos, sua presença não vale. Não estamos aqui apenas para registrar nossa presença. Estamos aqui para desempenhar nosso papel”, declarou.

No sentido contrário de Cunha Lima, o João Henrique (DEM) ironizou a proposta: “Um deputado trabalha 24 horas por dia. Deputado não tem férias”, disse o deputado, que possui igual a todos os outros parlamentares, 72 dias de recesso ao longo do ano.

“Não diria que sou favorável, nem contra. Tenho verificado que estamos presentes. Tenha certeza que aqui em plenário o trabalho se limita em 20%. 80% acontece de forma externa. Na maioria do tempo estamos em uma secretária ou em um órgão municipal, federal, nas bases”, acrescentou.

O ex-presidente da Casa, o deputado Adriano Galdino (PSB), se disse “indiferente” ao projeto, já que, segundo ele, é um dos assíduos nas sessões.

Comentários