Paraíba / Saúde

Apesar da chegada de 120 mil doses de Coronavac no Brasil, secretário de Saúde da Paraíba explica que nenhuma vacina foi registrada no mundo

person access_timePostado em 19/11/2020 12:35 chat_bubble_outline

Vacinas ainda não podem ser aplicadas na população, pois ainda faltam registros em órgãos de controle sanitário. (Foto: Reprodução)

Apesar de ter chegado no Brasil 120 mil doses de Coronavac, o secretário Executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, afirmou que nenhuma vacina contra a covid-19 foi registrada por órgãos sanitários no mundo. Por conta disso, não é possível distribuir e nem aplicar na população. Essa vacina foi desenvolvida entre o Laboratório Sinovac e o Instituto Butantã. 

"Como nenhuma das vacinas existentes ainda não foi registrada por nenhum órgão de controle sanitário no mundo inteiro, nenhum órgão que seja transparente, nenhuma das vacinas pode ser aplicada", garantiu, em entrevista ao ClickPB, mesmo as doses que chegaram ao Brasil nesta quinta-feira (19).

Ainda de acordo com Beltrammin, a Coronavac ainda está na fase três dos estudos. "É a vacina que será fabricada pelo Instituto Butantan. O Instituto ainda não terminou. Ainda vai o mês de dezembro para que no mês de janeiro eles apresentem o pedido de registro. Não é possível distribuir vacina para aplicação antes do registro da Anvisa”, finalizou.




Comentários

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal MídiaPB - Você sempre informado, não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.