Esporte / Paraíba

Na estreia, Marcelinho Paraíba marca e garante vitória do Galo

Times se enfrentaram na tarde deste sábado, no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande. Partida valeu pela sétima rodada do torneio
person access_timePostado em 10/02/2018 20:14 chat_bubble_outline

Marcelinho Paraíba (à dir.) comemora gol marcado para o Treze (Foto: Divulgação/Ramon Smith)

Treze e Nacional de Patos se enfrentaram, neste domingo (10), pela sétima rodada do Campeonato Paraibano, no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande. Segundo encontro entre os times na temporada 2018, a partida terminou em 1 a 0 para o Treze, com gol marcado por Marcelinho Paraíba, em sua volta ao alvinegro.

Treze e Nacional voltam a jogar pelo Estadual no próximo domingo (18). O Galo enfrentará o Botafogo-PB, no Amigão, em Campina Grande. O time de Patos também joga em casa, no Estádio José Cavalcanti, contra a Desportiva Guarabira. O Treze é líder do Grupo B do Paraibano, com 14 pontos marcados. Já o Nacional tem 13 pontos e ocupa a segunda colocação do Grupo A, atrás do Campinense, que tem 16.

O jogo



O confronto entre Treze e Nacional de Patos começou com 17 minutos atraso. Os visitantes demoraram a chegar no Estádio Presidente Vargas por conta de um problema no ônibus que transportava o time. Por conta disso, os sertanejos acabaram entrando em campo sem realizar o aquecimento.

Nos primeiros momentos do jogo, o Treze mostrou uma postura mais agressiva do que a da equipe adversária. E o resultado dessa estratégia veio aos 19 minutos. Marcelinho Paraíba abriu o placar após receber bola de Vitinho e chutar forte no canto direito do gol, deixando o defensor Pantera sem chances.

O Nacional de Patos continuou sem ritmo e desatento na partida. Aos 40 minutos, uma falha do goleiro Panteira ao receber bola recuada de Alex por pouco não resultou em gol contra para o Treze.

No segundo tempo, o jogo ficou mais truncado, sem grandes oportunidades criadas por ambos os times. Só aos 28 minutos a primeira boa chance surgiu. Marcelinho Paraíba chutou forte de fora da área e Pantera – pego de surpresa – precisou se esforçar para mandar a bola a escanteio.

Aos 34, Reinaldo Alagoano sacudiu as redes do Nacional de Patos, após receber passe de Marcelinho Paraíba, mas a arbitragem marcou impedimento. A partida terminou sem que houvesse outra chance de ampliação ou igualação de placar.


Comentários