Esporte / Notícia

Flamengo dedica título da Libertadores a dez jovens mortos em incêndio no Ninho

O clube usou as redes sociais para mostrar que que os jovens atletas que morreram não foram esquecidos
person access_timePostado em 24/11/2019 10:00 chat_bubble_outline

Flamengo venceu o River late por 2 a 1 na final deste sábado (23) (Foto: Alexandre Vidal - Flamengo)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O bicampeonato da Libertadores conquistado neste sábado (23) foi dedicado pelo Flamengo às dez vítimas do incêndio do Ninho do Urubu no início do ano. Após a partida, o clube usou as redes sociais para mostrar que que os jovens atletas que morreram não foram esquecidos.
"Esse título foi por vocês! Por #Nossos10! Nossos eternos #GarotosDoNinho", escreveu o Flamengo no Twitter.

Vale lembrar que a torcida também cantou a música em homenagem aos jovens durante a comemoração do título no estádio Monumental, em Lima, no Peru. "Ah, como eu queria ver vocês aqui. Honrando o manto do Mengão, com raça e paixão. Mas, essa Nação jamais vai esquecer. O Flamengo vai jogar, pra sempre por vocês! Ôôô, olê olê olê olê olê, são 10 estrelas a brilhar. No céu do meu Mengão!".

O incêndio no Ninho do Urubu aconteceu no dia 8 de fevereiro e fez 10 vítimas fatais, além de três feridos. Até o momento, o Flamengo fechou quatro das 11 negociações por indenizações. Já houve acordo com as famílias de Athila Paixão, de Gedson Santos, o Gedinho, de Vitor Isaías e com o pai de Rykelmo.



Com a mãe de Rykelmo, que entrou na Justiça, e com os familiares de Arthur Vinícius, Bernardo Pisetta, Christian Esmério, Jorge Eduardo, Pablo Henrique e Samuel Thomas ainda não houve resolução. As defesas não estão sendo conduzidas de forma coletiva.

Folhapress


Comentários