Esporte / Notícia

Bahia bate o Bahia de Feira na Fonte Nova e conquista o bi estadual

Com mais de 41 mil pessoas na Arena Fonte Nova, Bahia chega ao 48º título estadual e faz a festa em casa
person access_timePostado em 21/04/2019 23:07 chat_bubble_outline

Arena Fonte Nova; Bahia x Bahia de Feira; título baiano; campeão baiano 2019; campeão campeonato baiano (Foto: João Salvador)

Resumão

Quem é o campeão dos campeões? É o Bahia! E neste domingo não foi diferente. Com VAR em ação, muita emoção e mais de 41 mil pessoas na Arena Fonte Nova, o Tricolor bateu o Bahia de Feira por 1 a 0, com gol marcado por Gilberto, em cobrança de pênalti, e conquistou seu 48º estadual. Com o título, o time chegou ao bicampeonato, já que também conquistou o estadual de 2018.

O primeiro tempo



Na busca pelo bicampeonato, o Bahia mostrou as garras logo nos primeiros minutos. Agressivo, o time de Roger Machado dificultou a saída de bola do Bahia de Feira e acertou o travessão com Arthur Caíke, em cobrança de falta. Elton quase marcou ao receber cruzamento e, sem marcação, finalizar para fora. O Tremendão respondeu com Jarbas, que arriscou do meio da rua e obrigou Anderson a fazer uma defesa difícil [assista ao lance no vídeo abaixo]. Apesar da movimentação, as duas equipes deixaram o gramado sem marcar gols na primeira etapa.

O segundo tempo

O segundo tempo começou com um lance digno do Inacreditável Futebol Clube. Após cobrança de lateral de Moisés, Ernando desviou e a bola sobrou para Arthur Caíke, que furou o chute na pequena área. Aos três minutos, o VAR entrar em ação. Eric Ramires foi derrubado na grande área, mas o árbitro Luiz Flávio de Oliveira mandou o lance seguir. Na sequência, ele foi avisado pelo assistente de vídeo, reviu a jogada e marcou pênalti para o Bahia. Na cobrança, Gilberto deslocou Jair e abriu o placar [assista ao gol no vídeo abaixo]. O VAR também foi fundamental para marcar um pênalti para o Bahia de Feira. Em cobrança de falta, a bola desviou no braço de Gilberto, que estava na barreira, na grande área. Luiz Flávio de Oliveira assinalou a penalidade após rever o lance. Porém, o final não foi o mesmo da jogada do Bahia: Vitinho cobrou no canto, e Anderson defendeu. No rebote, Vitor Hugo tentou, mas o goleiro tricolor mais uma vez levou a melhor. O pênalti acordou o time de Roger Machado, que voltou a jogar com mais agressividade. Eric Ramires, Elton e Gilberto perderam chances para ampliar. O Bahia de Feira também seguiu em cima, e Alex Cazumba acertou o travessão em cobrança de falta. O jogo seguiu aberto até o minuto final, quando o Bahia, enfim, comemorou o 48º título estadual.

Olha o VAR!

Decisivo na primeira partida da final, ao apontar um impedimento em um gol marcado pelo Bahia de Feira, o árbitro de vídeo voltou a roubar a cena neste domingo. Os dois pênaltis do jogo foram assinalados após o árbitro Luiz Flávio de Oliveira ser avisado e consultar as imagens. Em um deles, Gilberto marcou o gol. No outro, Vitinho viu sua cobrança ser defendida por Anderson.

23': Vitinho cobra pênalti mas Anderson consegue defender

23': Vitinho cobra pênalti mas Anderson consegue defender

  • Nino em alta

    Há pouco mais de uma semana, Nino era um dos principais alvos da fúria da torcida do Bahia. Mas o lateral-direito conseguiu reverter as críticas e foi ovacionado neste domingo. Com boas jogadas, ele foi importante na construção ofensiva tricolor. E a cada lance mais trabalhado, as arquibancadas da Arena Fonte Nova ressoavam com o cântico “Nino Paraíba, nós gostamos de você”.

  • Público e renda

    Público pagante: 41.413

    Público total: 41.956

    Renda: R$ 1.062.633,00

  • Próximos jogos

    O Bahia volta a jogar na quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), contra o Londrina, no estádio do Café, pela Copa do Brasil. O Bahia de Feira terá duas semanas até a estreia na Série D do Campeonato Brasileiro. O Tremendão encara o América-PE no dia 5 de maio, no estádio Ademir Cunha, na cidade de Paulista, em Pernambuco.

    Fonte: GLOBOESPORTE.COM


Comentários