Eleições 2020 / Paraíba

Em carta oficial, prefeitos paraibanos pedem que seus mandatos sejam prorrogados

person access_timePostado em 26/05/2020 13:52 chat_bubble_outline

Nesta terça-feira (26), a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), a Confederação Nacional de Municípios (CNM), o Movimento Mulheres Municipalistas (MMM), as associações microrregionais de municípios, prefeitos e prefeitas paraibanos, divulgaram uma Carta em que defendem a não realização das eleições municipais este ano por conta da pandemia causada pelo coronavírus e que em decorrência disso, seja considerada a posição histórica do Movimento Municipalista Brasileiro no sentido da unificação dos mandatos com a realização de uma eleição geral em 2022.

A carta foi elaborada durante reunião do Conselho Político da CNM realizada na segunda-feira (25).

Os gestores defendem diversos pontos e entre eles o fato de que há prazos a serem cumpridos, em atendimento à legislação eleitoral, que obrigam o afastamento dos servidores, em especial daqueles que atuam nas áreas da saúde e assistência social, fundamentais nesse momento de crise sanitária e que tenham a expectativa de concorrer.



Também foram colocadas em pauta às pré-convenções partidárias e às convenções partidárias, previstas no calendário eleitoral para se realizarem de 20 de julho a 5 de agosto, mas que por conta do isolamento social não poderão contar com o debate entre pré-candidatos e convencionais.

Também ficariam impossibilitados de concorrer milhares de candidatos com mais de 60 anos.

“O direito à reeleição é constitucional e a Democracia assegura a todos os cidadãos o direito de votar e de ser votado” diz trecho.

Os gestores dizem entender que o exercício do voto, por si, também é um risco, pois – mesmo que mantido o distanciamento social, o uso obrigatório da máscara e a distribuição de álcool – o local de votação, o leitor biométrico e a urna eletrônica são meios de disseminação do vírus, podendo infectar a população com a Covid-19.

Ainda na reunião do Conselho Político da CNM, foi debatido sobre a necessidade de o Congresso Nacional iniciar o debate com os prefeitos, tendo em vista, que esses são os principais interessados nas eleições de 2020. “Nós estaremos convocando a bancada paraibana para uma reunião no intuito de discutir esta pauta com os parlamentares com o objetivo de unir forças para que essas eleições não ocorram este ano”, frisou o presidente da Famup, George Coelho.

Confira na íntegra clicando no link abaixo:

Carta aberta prefeitos


Comentários