Economia / Brasil

Um dia livre do que nos aprisiona; impostos

person access_timePostado em 25/07/2018 13:29 chat_bubble_outline

Um dia sem imposto serve para o brasileiro sentir na pele o quanto rala para sustentar o Brasil e receber em troca uma cusparada na cara

Por Heron Cid: Parte do povo do Rio Grande do Sul vive hoje um dia atípico. Em alguns postos do Estado, os gaúchos vão poder comprar gasolina pela metade do preço, aproximadamente R$ 2,50.

Na fronteira com a Argentina, empresários e consumidores aderiram ao movimento do Dia da Liberdade de Impostos, articulado pelo Instituto de Estudos Empresariais e outras instituições.

É um protesto de cidadania. Claro, que ninguém tem a ilusão que assim conseguirão baixar os impostos, mas a mensagem é de conscientização do despertar de maior interesse social pelo tema.



É redundante teorizar sobre a alta carga tributária no Brasil. Ela é escorchante, injusta e lega de retorno uma cusparada na cara do contribuinte, cada vez que precisa recorrer a algum serviço público.

Quão bom seria se o exemplo do Rio Grande do Sul fosse copiado por outros estados e em outros tantos produtos de consumo essencial.

Por pelo menos um dia, o brasileiro sentiria na pele como sua vida seria menos onerosa sem o assalto público a que nos submetemos nos outros 364 dias.


Comentários