Cidades / Paraíba

Vereador de Bananeiras fala em ''jumento'' para comparação com Pirpirituba e gera polêmica; parlamentar pediu desculpas por colocação infeliz

person access_timePostado em 12/08/2021 09:46 Atualizado em 12/08/2021 10:01 chat_bubble_outline

Créditos: Imagem do site oficial da Câmara de Bananeiras

Vereador da base de sustentação do prefeito de Bananeiras na Câmara, Nicodemos Costa está tendo que fazer malabarismos para tentar se explicar depois de infeliz declaração da tribuna. Ao defender a gestão de críticas sobre atraso na vacinação contra a Covid-19, o parlamentar comparou o município de Pirpirituba a um jumento, o que provocou a revolta dos moradores e do segmento político.

Opositores da gestão em Bananeiras pontuavam que a cidade de Pirpirituba já está bem avançada, vacinando pessoas na fixa etária acima dos 18 anos, a cidade de Bananeiras ainda está vacinando pessoas acima de 30 anos de idade.

Incomodado com a comparação das gestões no quesito enfrentamento à pandemia, o defensor de Mateus Bezerra, prefeito de Bananeiras, respondeu o seguinte: “comparar Bananeiras com Pirpirituba é mesmo que comparar um cavalo alazão com um jumento”.



Depois da fala do vereador as redes sociais foram inundadas de mensagens em defesa de Pirpirituba e contra a infeliz declaração. A Prefeitura emitiu nota de repúdio contra o parlamentar e a Câmara de Pirpirituba também emitiu nota cobrando respeito.

Nicodemos, em entrevistas à imprensa da região, disse que a frase foi tirada de contexto e que estava se referindo ao número de habitantes das duas cidades e afirmou que não teve a intenção de macular a imagem de Pirpirituba, pois tem amigos na cidade e respeito pelo município.

O vereador pediu desculpa pela infeliz colocação que fez no calor do discurso de improviso e lembrou que noutro momento, durante a gestão anterior em Bananeiras, fez comparação de Bananeiras com Pirpirituba no que se refere ao instituto de previdência municipal, que Pirpirituba estava com milhões em caixa, enquanto Bananeiras estava no vermelho.


Comentários