Cidades / Paraíba

Taxista espancado em Campina Grande morre após 41 dias internado

person access_timePostado em 12/09/2018 17:06 chat_bubble_outline

Taxista estava internado no Hospital de Trauma de Campina Grande desde o dia 31 de julho, após ser encontrado espancado dentro do carro dele — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Um taxista morreu nesta segunda-feira (10) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. De acordo com a unidade de saúde, Fabiano Antônio Sarmento, de 44 anos, teve traumatismo craniano. Ele estava internado no hospital desde o dia 31 de julho deste ano, após ser encontrado espancado dentro do carro dele.

A delegada de homicídios Suelane Guimarães, responsável pelo caso, informou que a família da vítima só registrou o boletim de ocorrência nesta segunda, após a morte de Fabiano. De acordo com as primeiras investigações, e segundo relato dos familiares, a vítima foi encontrada ferida dentro do veículo em que trabalhava como taxista no dia 31 de julho.

Fabiano Antônio foi encontrado por volta das 19h no bairro Monte Santo. O taxista estava ferido com pancadas na cabeça dentro do carro. Ele foi socorrido por moradores da região e levado para o Hospital de Trauma de Campina Grande. Após 41 dias internado, a vítima morreu às 3h desta segunda.



Na manhã desta terça-feira (11) a delegada disse ao G1 que, após investigações, a polícia descobriu que um dos moradores que socorreu o taxista para o hospital na noite do dia 31, teria sido a mesma pessoa que chamou a vítima para o local na noite do crime.

O caso continua sendo investigado e, ainda nesta segunda, a Polícia Civil deve ouvir outras pessoas da família e moradores do bairro onde Fabiano foi encontrado.


Comentários

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal MídiaPB - Você sempre informado, não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrarem.