Cidades / Brasil

PTB desiste de candidatura à Prefeitura do Rio após prisão de Cristiane Brasil

Legenda também anunciou que não vai apoiar nenhum candidato. Ex-deputada está presa desde o dia 11, na Operação Catarata 2, sobre supostas fraudes.
person access_timePostado em 27/09/2020 14:27 chat_bubble_outline

Ex- deputada Cristiane Brasil se apresentou à polícia no dia 11 — Foto: Reprodução

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) desistiu de lançar um candidato à Prefeitura do Rio.

A legenda chegou a oficializar, em 16 de setembro, a postulação de Cristiane Brasil — mas a ex-deputada foi presa em 11 de setembro, investigada por supostos desvios, na Operação Catarata 2.

Cristiane negou as acusações e se disse vítima de perseguição eleitoral.



Neste domingo (27), o PTB informou da desistência não só da candidatura de Cristiane, como também de qualquer outro nome, em solidariedade à ex-deputada presa.

O partido afirmou que concentrará os esforços em montar uma bancada na Câmara de Vereadores.

No Rio de Janeiro, Cristiane já foi vereadora por três mandatos e fez parte do Poder Executivo municipal como secretária Extraordinária da Terceira Idade e secretária Especial de Envelhecimento nos governos de Eduardo Paes e Marcelo Crivella.

A operação

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil afirmam que o esquema pode ter desviado R$ 30 milhões dos cofres públicos entre 2013 e 2018 -- parte em espécie.

Cristiane responde por atos supostamente praticados entre maio de 2013 e maio de 2017, quando assumiu as secretarias.


Comentários

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal MídiaPB - Você sempre informado, não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.