Cidades / Paraíba

Cenas Fortes: Prefeitura de Campina Grande lança novo vídeo de campanha educativa contra Covid-19

person access_timePostado em 04/06/2021 12:29 chat_bubble_outline

A Prefeitura de Campina Grande lançou um novo vídeo de campanha educativa contra Covid-19. O vídeo contém cenas fortes e dá continuidade a campanha “Arrependimento Não Mata. Covid, Sim”.A Prefeitura de Campina Grande lançou um novo vídeo de campanha educativa contra Covid-19. O vídeo contém cenas fortes e dá continuidade a campanha “Arrependimento Não Mata. Covid, Sim”.
O mais novo vídeo evidencia em cenas fortes, os momentos finais de um homem que insistiu em não seguir as regras sanitárias mais básicas de prevenção ao vírus.

"Algumas imagens são chocantes, mas infelizmente o momento nos impõe ser mais agressivos na mensagem, que tem um público alvo: os negligentes ou os indiferentes às recomendações básicas sanitárias e que, pior de tudo, tornam-se potenciais transmissores do vírus”, justifica o jornalista Marcos Alfredo, coordenador de Comunicação da Prefeitura de Campina Grande.

O primeiro vídeo, lançado há algumas semanas, relata a história de um jovem que vai à balada, como se não houvesse uma pandemia. Termina infectando a mãe, que morre por covid.
O segundo vídeo já tem como personagem um senhor de meia idade, que vai ao bar, sem máscara e sem a precaução do álcool em gel. É contaminado, internado e chega à fase crítica da intubação e termina morrendo.



A campanha, naturalmente, tem um “gatilho de esperança”, alerta Marcos Alfredo, ao  projetar um desfecho positivo nas duas histórias, fazendo uso do recurso de “rewind”: há um retorno das imagens até àquele momento em que a pessoa pode tomar uma decisão de foro íntimo entre se precaver ou negligenciar as regras. A máscara é o símbolo escolhido para esta mensagem.

"Nossa campanha educativa é mais um forte sinal de comprometimento da gestão do prefeito Bruno Cunha Lima com o firme enfrentamento à covid e sua disposição de usar todas as armas possíveis ao alcance do Município para conscientizar as pessoas. E o recado vem sendo dado", conclui Marcos Alfredo.


Comentários