Cidades / Paraíba

Cantor da quadrilha Moleka 100 Vergonha morre de Covid-19, aos 26 anos, em Campina Grande

Jefferson Emanoel Costa também era membro da comunidade católica Obra Nova. Ele não tinha comorbidades e estava internado há cerca de uma semana.
person access_timePostado em 31/05/2021 22:26 chat_bubble_outline

Jefferson Costa morreu de Covid-19, aos 26 anos, em Campina Grande — Foto: Divulgação/Moleka 100 Vergonha

O cantor da quadrilha junina Moleka 100 Vergonha, Jefferson Emanoel Costa, morreu aos 26 anos de Covid-19, nesta segunda-feira (31), em Campina Grande.

Jefferson não tinha comorbidades. Ele apresentou sintomas da doença na semana passada e foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alto Branco.

Na última quinta-feira (27) foi transferido para o Hospital Municipal Pedro I em estado grave de saúde. Ele não resistiu e morreu nesta segunda.



Jefferson também era discípulo da comunidade católica Obra Nova.

Em nota, a Moleka 100 Vergonha lamentou pela morte do jovem, lembrou dos bons momentos embalados pela voz dele e se solidarizou com os familiares deles.

FontePB, com G1PB

 
 


Comentários