Araruna / Expectativas

As decisões depois da nova decisão do vice-prefeito de Araruna

person access_timePostado em 16/11/2019 21:40 Atualizado em 16/11/2019 23:28 chat_bubble_outline

Foto: montagem ilustrativa

A nova decisão do vice-prefeito de Araruna Iran Pontes em desistir de sua pré-candidatura a prefeito de Araruna pode provocar o anúncio antecipado do nome que irá concorrer ao Palácio de Araruna como candidato de oposição no MDB. 

Um dos primeiros políticos a anunciar pré-candidatura para 2020 em Araruna, Iran foi eleito em 2016 na chapa encabeçada pelo atual gestor Vital. Em 2018, decidiu abandonar o grupo situacionista para incorporar o grupo considerado terceira força.

O grupo mostrou habilidade e se tornou naturalmente um peso na balança ao eleger, naquela ocasião, o deputado Manoel Ludgerio como majoritário na cidade. 



Com a saída de Iran, os demais membros da "terceira força", vereadores Naldo, Caio e Pepeta devem continuar o projeto junto ao ex-deputado Benjamin Maranhão.

Membros de oposição, os vereadores Boró e Toinho defendiam o nome de Iran para prefeito no MDB. Agora precisam alinhar o discurso com Iran ou procurar outro nome para anunciar apoio. A falta de um posicionamento oficial, aumenta as especulações que os parlamentares mirins podem seguir os mesmos passos do vice-prefeito.

Atualmente, a oposição conta apenas com a candidatura de Maceilson (Gilson do Conjunto). 

Para os analistas políticos, o MDB ( uma das maiores representatividade na Câmara Municipal) deve anunciar nos próximos dias um nome para prefeito. Independente da pré-candidatura de Gilson.

Iran promete rascar nas próximas horas a sua versão sobre os motivos que fizeram tomar a decisão. 

 Jasiel Bernardo - Mídia PB


Comentários